Direito

Zootecnista que matou filhos para se vingar de mulher vai a júri popular após 5 anos do crime

Crime aconteceu na noite do dia 24 de setembro de 2016, no bairro Tangará, em São José do Rio Preto (SP). Hugo Imaizumi confessou que dopou as crianças, de 3 e 4 anos, e as matou para se vingar da esposa.

Zootecnista que matou filhos para se vingar de mulher vai a júri popular após 5 anos do crime

Cinco anos depois de matar os dois filhos, de 3 e 4 anos, o zootecnista Hugo Imaizumi vai a júri popular no dia 2 de dezembro deste ano, em São José do Rio Preto, interior de São Paulo. De acordo com o Diário Oficial de segunda-feira (22), Hugo será julgado a partir das 10h.

crime foi registrado na noite do dia 24 de setembro de 2016, no bairro Tangará, e repercutiu nacionalmente. Hugo foi denunciado pelo Ministério Público (MP) por cometer duplo homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, com emprego de meio cruel e mediante recurso que dificultou a defesa das vítimas.

O zootecnista segue preso preventivamente na penitenciária Tremembé II, que é de segurança máxima e reservada somente para casos graves e especiais.

Hugo Imaizumi, pai das crianças mortas, vai ser julgado em dezembro de 2021, cinco anos após o crime em Rio Preto — Foto: Tv Tem/Reprodução

Hugo Imaizumi, pai das crianças mortas, vai ser julgado em dezembro de 2021, cinco anos após o crime em Rio Preto — Foto: Tv Tem/Reprodução

 

Relembre o crime

 

De acordo com a denúncia feita pelo promotor José Márcio Rosetto Leite, Hugo e a mulher viviam uma crise conjugal e não dividiam a mesma cama.

No dia do crime, a esposa do zootecnista, como costumava fazer na época, foi dormir com os dois filhos em um cômodo.

Hugo tirou os meninos do cômodo e os levou para um quarto. Em seguida, dopou e matou os filhos com um canivete. Ele confessou à Polícia Civil que cometeu o crime para se vingar da mulher.

Ainda conforme a denúncia, o zootecnista gravou a cena e enviou à sogra. Logo depois, tentou suicídio com o mesmo canivete, mas sobreviveu.


RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.


Mais notícias sobre Direito

Direito

Estelionato de R$ 4 chega ao STJ; ministro aplica insignificância

O ministro Ribeiro Dantas, do STJ, concedeu ordem em HC para anular ANPP -...


Direito

Aparecida D' Oeste - Prefeito Izaias e Rossi, são absolvidos por denuncias infundadas de Alex Begido

Para que nossos leitores entendam de modo mais simples, o polêmico Alex Begido deu...


Direito

SUMPREMO DECIDE SE CANDIDATOS PAGARÃO POR JINGLES DE PARÓDIAS

A cena gravada em 2014 é, no mínimo, curiosa: sentado em um cenário branco,...

Direito

Procurador vê erro do MP e reconhece boa fé de Pessuto em ação

Em parecer contundente, Procurador de Justiça se posiciona contra a...