Cidades

Vigilância Epidemiológica alerta sobre objetos que retém água nos cemitérios de Jales

Em uma visita feita recentemente no local, pelos agentes municipais, foram encontrados 22 vasos com larvas.

Vigilância Epidemiológica alerta sobre objetos que retém água nos cemitérios de Jales

Com o objetivo de prevenir a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica pediu uma atenção especial aos cemitérios do município.

Vanessa Luzia da Silva Tonholi, coordenadora da Equipe Municipal de Combate às Endemias de Jales, fez um apelo à população para dobrar os cuidados em vasos de plantas sobre os túmulos e informa: “alguns cuidados simples são essenciais para que possamos evitar a proliferação da dengue, pedimos para as famílias furarem os vasos e os suportes fixados nos túmulos para o escoamento da água, pois com a chuva, a água acumula ocasionando criadouros do mosquito. Embora alguns vasos tenham areia, tem uma borda a ser preenchida, que é onde a água fica parada”.

Em uma visita feita recentemente no local, pelos agentes municipais, foram encontrados 22 vasos com larvas.

O cuidado deve ser redobrado no período de chuvas e calor, propício para o desenvolvimento do mosquito.

Ações como retirar os plásticos envolvendo arranjos de flores deixados no local; descartar sacolas nas lixeiras do cemitério e não pendurá-la nas árvores, como acontece com frequência; observar se o vaso possui furos na lateral e/ou fundo para o escoamento da água, e, caso não tenha, providenciar a perfuração; colocar areia até a borda de maneira que não possa acumular água são medidas que devem ser adotadas pelos munícipes.

“Os agentes de endemias passam quinzenalmente nos cemitérios para verificar se há água da chuva retida e, infelizmente, a única medida para eliminar as larvas e evitar o acúmulo de água é virando os vasos que não possuem furo. As medidas de prevenção devem se estender, não apenas no local que moramos, nas áreas de lazer, no ambiente de trabalho, mas também em outros lugares da cidade, só dessa maneira irá evitar casos da doença nos bairros próximos ao cemitério”, finalizou Vanessa.

 


Mais notícias sobre Cidades

Cidades

Com 05 casos descartados e 13 aguardando resultado, foi pouco prático as respostas do Instituto, continuamos no escuro

Apesar de dizerem que os resultado costumam sair no máximo...


Cidades

Universidade Brasil emite nota sobre fechamento da Medicina

A reitoria da Universidade Brasil emitiu nota oficial sobre a decisão do MEC em fechar o...


Cidades

Polícia Militar de Jales prende dois traficantes no Jardim São Gabriel

No início da noite de terça-feira, por volta das 19:30h, policiais militares de...

Cidades

CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE APOIA O DISTANCIAMENTO SOCIAL E MANIFESTA PREOCUPAÇÃO COM FLEXIBILIZAÇÃO DA QUARENTENA

O Conselho Municipal de Saúde (CMS – Jales), órgão plural de...