Direito

Ultrassom obrigatório para mulheres com risco de câncer é aprovado na Câmara

A nova regra beneficiará mulheres na faixa etária de 40 a 49 anos, que não podem ser expostas a radiação ou que possuem elevada densidade mamária.

Ultrassom obrigatório para mulheres com risco de câncer é aprovado na Câmara

O Projeto de Lei 7.354/17, que assegura a realização do exame de ultrassonografia mamária através do Sistema Único de Saúde (SUS), para mulheres com grande risco de câncer de mama, foi aprovado no plenário da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira, 19.

A nova regra beneficiará mulheres na faixa etária de 40 a 49 anos, que não podem ser expostas a radiação ou que possuem elevada densidade mamária.

O exame será realizado gratuitamente mediante as indicações clínicas preenchidas pelo médico, seja de unidades públicas de saúde, hospitais ou até clínicas conveniadas.

A proposta de autoria da senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO) altera a Lei 11.664/2008, que prevê somente a realização da mamografia para todas as mulheres a partir dos 40 anos.

Entretanto, a mamografia pode não ser suficiente para o diagnóstico do câncer de mama em mulheres com tecido mamário muito denso.

Assim, se fez necessária a adição do ultrassom.

O texto aprovado segue agora para a sanção presidencial


Mais notícias sobre Direito

Direito

Municípios não podem abrir comércio sem autorização do Estado

Mesmo que os prefeitos quisessem abrir o comércio e mandar os alunos para as salas de...


Direito

MPF DE JALES QUER SABER O QUE OS MUNICÍPIOS DA REGIÃO ESTÃO FAZENDO PARA COMBATER CORONAVÍRUS

O Ministério Público Federal de Jales (SP) ingressou com um procedimento para...