Curiosidades

TRIBUNAL DE JUSTIÇA ABRE PROCESSO ADMINISTRATIVO CONTRA JUIZ QUE LEVAVA ÁGUA DO FÓRUM PRA CASA

O juiz, de acordo com Anafe, também não comparecia no fórum pelo menos todas as segundas-feiras e algumas vezes em outro dia da semana. Os atos no processo, afirma o relator do caso, se davam por delegação aos servidores, que faziam o serviço, assinavam com o cartão do magistrado, que não conferia as decisões.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA ABRE PROCESSO ADMINISTRATIVO CONTRA JUIZ QUE LEVAVA ÁGUA DO FÓRUM PRA CASA

O Órgão Especial do TJ-SP, por unanimidade, decidiu rejeitar defesa prévia e instaurar processo administrativo disciplinar (PAD) contra o juiz Antonio Marcelo Cunzolo Rimola, da 2ª Vara Cível do Foro Regional de Itaquera, na cidade de São Paulo, porque, dentre outras razões, “todas as vezes que ele ia ao fórum, ao sair, passava pela copa e enchia uma mochila de garrafas d’água”.

Segundo o relator do caso, Ricardo Anafe, corregedor-geral do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP), o consumo mensal chegava a 240 garrafas por mês, o equivalente a 6 litros e meio por dia. “Foi um verdadeiro auxílio d’água estabelecido pelo magistrado”, critica. “As garrafas d’água ficavam na copa. Ele passava e retirava. O tribunal ainda não tem auxílio d’água. Não é uma garrafinha de água que foi levada na volta à casa. Não é isso”.

O juiz, de acordo com Anafe, também não comparecia no fórum pelo menos todas as segundas-feiras e algumas vezes em outro dia da semana. Os atos no processo, afirma o relator do caso, se davam por delegação aos servidores, que faziam o serviço, assinavam com o cartão do magistrado, que não conferia as decisões.

Além disso, há relatos de que ele faltava com o dever de urbanidade com os colegas. “A situação é absolutamente contrária à Lei Orgânica da Magistratura (Loman) e ao Código de Ética da Magistratura”, afirmou Anafe, em seu voto, ao indicar que as condutas infringem o artigo 35, incisos I, IV, VI e VIII da Loman.

Ao votar, o desembargador Ferraz de Arruda afirmou que durante todos os anos de atuação no Órgão Especial nunca havia visto algo parecido. “Onde já se viu levar garrafinha de água para casa? E 240 garrafinhas? Seis litros e meio por dia! Desculpe, mas isso chega ao ponto do ridículo”, disse o desembargador.

A representação foi formulada por outros magistrados que atuam no fórum de Itaquera.

 


Mais notícias sobre Curiosidades

Curiosidades

Macedônia - Vereadora eleita mora em casa paga pelo Poder Público Municipal !

Uma denúncia chegou até a redação do site A VOZ DAS...


Curiosidades

Uma imagem por mil palavras....Enquanto isso em Fernandópolis, a mágoa parece ser mais evidente e espalhada pela cidade

O pessoal de Fernandópolis devem estar mesmo magoados com nossos destemidos Deputados...


Curiosidades

PREFEITO DE VASSOURAS(RJ) NOMEIA ESPOSA, SOGRA E PRIMO COMO SECRETÁRIOS

O prefeito está certo: nenhum casamento sobrevive se a...

Curiosidades

Juíza sofre ataques após soltar advogada vegana da prisão por falta de alimentação adequada

A juíza de Direito Placidina Pires, da vara Dos Feitos Relativos a...