Cidades

Prefeitura de Paranapuã apura conduta de servidora suspeita de racismo

Vídeo mostra uma mulher proferindo ofensas a um homem negro durante atendimento na Farmácia Municipal. “Se eu gostasse de preto, eu andava com um urubu embaixo do sovaco”, diz a mulher. Prefeito informou que servidora foi afastada durante investigação.

Veja o vídeo

A Prefeitura de Paranapuã (SP) abriu um procedimento interno para apurar a conduta de uma servidora pública, que atua no setor de limpeza, suspeita de cometer crime de racismo.

Um vídeo que está circulando nas redes sociais mostra quando a mulher, durante o expediente, conversa com um homem negro que estava sendo atendido na Farmácia Municipal da cidade e profere as ofensas (veja acima).

Vídeo mostra crime de racismo suspeito de ter sido cometido por servidora em Paranapuã (SP) — Foto: Reprodução/Tv Tem

Vídeo mostra crime de racismo suspeito de ter sido cometido por servidora em Paranapuã (SP) — Foto: Reprodução/Tv Tem

“Se eu gostasse de preto, eu andava com um urubu embaixo do sovaco”, diz uma mulher no vídeo, que seria a servidora. O vídeo foi gravado pela própria servidora, de acordo com a apuração da Tv Tem.

O prefeito de Paranapuã, Junior Pinatto (PP), informou à Tv Tem que não sabe quando o vídeo foi gravado, mas afirmou que tomou conhecimento sobre o caso na sexta-feira (8).

O prefeito também disse que afastou a servidora do cargo e encaminhou o caso ao departamento jurídico. Ele aguarda um parecer da pasta sobre quais procedimentos devem ser tomados com relação ao caso.


RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.


Mais notícias sobre Cidades

Cidades

Falta Apenas 1 dia !


Cidades

Tempestade derruba árvores e causa estragos em Ilha Solteira

Uma tempestade registrada nesta sexta-feira (15) provocou estragos e assustou moradores de Ilha...


Cidades

Jales - Faltam dois dias !

Cidades

Dirce Reis - Solidariedade, Vereador distribui balas as Crianças

Talvez fosse apenas um gesto comum e um ato corriqueiro, isso se não estivéssemos...