Direito

Política - Nem mesmo as convenções acabaram, e as Famosas Pesquisas Eleitorais já começaram a chegar em vários Municípios

Ele porém venceu com uma diferença de 26 votos 0,9% !

Política - Nem mesmo as convenções acabaram, e as Famosas Pesquisas Eleitorais já começaram a chegar em vários Municípios

Em época Eleitoral não é difícil se deparar com 'Pesquisas" Eleitorais encomendadas, e divulgadas por veículos de Comunicação na maioria de Cidades distantes, sem completo vínculo com determinada região.

Também não é difícil que a Justiça Eleitoral Proíba estas pesquisas mesmo antes de dar os supostos Verdadeiros resultados.

Neste ano Eleitoral a coisa foi ainda mais antecipada, várias cidades amanheceram com um 'JORNALZINHO", aquele mesmo que aparece apenas de 4 em 4 anos, publicando 'Pesquisas Eleitorais" um tanto quanto duvidosas.

Em uma dessas cidades, a pesquisa foi feita sem mesmo o adversário vencido na PESQUISA ter colocado seu nome à disposição, curiosamente em uma cidade pequena em nossa região os indeciso já são 33%.

Nesta mesma cidade, o vencedor da atual pesquisa de hoje, aparecia com 4% nas últimas Eleições, um outro conhecido JORNALZINHO lhe dava a garantida e larga vitória sobre seu adversário.

Ele porém venceu com uma diferença de 26 votos 0,9% !

Em outra cidade da Região de Fernandópolis, um candidato que NÃO EXISTE, foi incluído na Pesquisa !

A contar que as PESQUISAS chegaram em tempo de Convenção, também não é difícil imaginar que os VENCEDORES parecem estar bastante preocupados em cantar a vitória antes da Hora !


Mais notícias sobre Direito

Direito

A palavra tem valor : Internauta é condenada após caluniar prefeito de Fernandópolis

A audiência foi realizada no início de agosto e rendeu a uma internauta a...


Direito

Câmara aprova PL que proíbe fogos de artifício com estampido

A Câmara, em Sessão Ordinária (10), aprovou o Projeto de Lei 45/2021, de...


Direito

Caso Tatiane Spitzner: Manvailer é condenado a 31 anos por matar a mulher..

Após sete dias de julgamento, o juiz Adriano Scussiatto condenou Luís...