Geral

PF deflagra Operação Desvelado e prende brasileiro envolvido em rede de exploração sexual de crianças e adolescentes

O investigado seria o responsável pela criação e manutenção de um dos maiores fóruns em língua portuguesa de pornografia infantil da DeepWeb.

PF deflagra Operação Desvelado e prende brasileiro envolvido em rede de exploração sexual de crianças e adolescentes

A Polícia Federal deflagrou hoje (9/9) a Operação Desvelada, para investigar pessoas envolvidas em compartilhamento de imagens pornográficas envolvendo crianças e adolescentes. O trabalho é resultado de Cooperação Policial Internacional para a repressão à exploração sexual na internet e ao estupro de vulneráveis.

De acordo com as investigações, um brasileiro seria o responsável pela criação e manutenção de um dos maiores fóruns em língua portuguesa de pornografia infantil da DEEPWEB. Além de disponibilizar a plataforma para usuários em todo o mundo, o investigado ainda publicava grande quantidade de vídeos e fotos de si próprio estuprando vítimas diversas. As idades das meninas variavam entre os 5 e 12 anos.

Valendo-se de técnicas de investigação cibernética, a Polícia Federal brasileira teve êxito em identificar o responsável por estupros gravados e exibidos na rede mundial de computadores. Trata-se de um brasileiro que reside em Araçatuba/SP, de aproximadamente 50 anos, solteiro com uma filha e um neto. O fórum da deepweb e outras plataformas criadas por ele já eram conhecidos das polícias de inúmeros países.

 

A união de esforços e a cooperação policial intenacional propiciou a revelação de sua identidade, razão do nome escolhido para a Operação – Desvelado. Até o momento não há indicação da participação de terceiros, o que será ainda esclarecido pela análise da mídia apreendida no local e pela oitiva dos envolvidos (agressor, vítimas e familiares).

Por fim, a PF apura a provável comercialização de parte do acervo criminoso produzido pelo investigado. O crime de publicação de imagens de pornografia infantil prevê pena de 3 a 6 anos de reclusão. Já o estupro de vulneráveis prevê de 8 a 15 anos de prisão.

 

 


Mais notícias sobre Geral

Geral

TST aprova reajuste e greve nos Correios deve acabar amanhã

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu determinar o fim da greve dos funcionários...


Geral

Justiça determina que Flordelis use tornozeleira eletrônica e fique em casa das 23h às 6h

A Justiça do Rio de Janeiro determinou nesta sexta-feira (18) que a deputada...


Geral

IGREJA DO APÓSTOLO VALDOMIRO DEVE MAIS DE R$ 127 MILHÕES À UNIÃO

Os dez maiores inadimplentes com a União a desenvolver atividades religiosas devem R$...

Geral

Parrerito, do Trio Parada Dura, morre em BH com Covid-19

O cantor Parrerito morreu por volta das 21h30 deste domingo (13), em Belo Horizonte, como...