Direito

Oi é condenada por tomar tempo útil de cliente com problema telefônico: "Verdadeira saga"

Um homem procurou a Justiça após diversas reclamações infrutíferas, tendo, inclusive, se dirigido à loja física. Para solucionar o problema, ele teve de se dirigir à Justiça.

Oi é condenada por tomar tempo útil de cliente com problema telefônico: "Verdadeira saga"

A empresa de telefonia Oi deve pagar R$ 3 mil, a título de dano moral, a cliente por fazê-lo perder tempo útil para resolver problemas de cobrança indevida. Decisão é da 3ª turma Recursal dos Juizados Especiais do TJ/PR, que considerou que o consumidor vivenciou uma "verdadeira saga" para tentar entrar em contato com a empresa, o que só foi resolvido após a judicialização do problema.

Um homem ajuizou ação contra a Oi por ter sido cobrado de valores maiores do que o plano havia contratado. Consta nos autos, que o autor procurou a Justiça após diversas reclamações infrutíferas, tendo, inclusive, se dirigido à loja física.

O juízo de 1º grau julgou parcialmente procedentes os pedidos iniciais para o fim de declarar inexigíveis as cobranças indevidas e condenar a repetição do indébito de forma dobrada. Diante da decisão, o autor recorreu sob o argumento de que houve falha na prestação dos serviços, cobrança indevidas, ineficiência do serviço de call center e consequente perda do seu tempo útil.

Ao apreciar o caso, a juíza Adriana de Lourdes Simette, relatora, verificou que o homem conseguiu comprovar a falha na prestação dos serviços, "fato que lhe gerou a perda do seu tempo útil".

De acordo com a magistrada, o consumidor acabou vivenciando uma verdadeira saga para tentar entrar em contato com a empresa para que ela cumprisse com o pactuado, "o que apenas foi resolvido com o ajuizamento dos autos principais".

A advogada Patrícia de Paula Pereira Inês defendeu o autor.

 


Mais notícias sobre Direito

Direito

Votuporanga - Juiz concede Liminar para Isenção de IPVA a portador de Deficiência Física.

Depois de dar um tiro no pé, com a retirada de Isenção do ICMS em produtos...


Direito

TJ-SP MANDA YOUTUBE RETIRAR DO AR VÍDEO CONTRA O DEPUTADO FAUSTO PINATO

O desembargador Álvaro Passos, da 2ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de...


Direito

Juízes da região isentam IPVA de veículo de PCD não adaptado

Duas liminares concedidas pela Justiça em Rio Preto e Votuporanga isentaram dois...

Direito

FARRA NO TESOURO: JUSTIÇA ACEITA DENÚNCIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO NO CASO DA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE VEÍCULOS

Em decisão publicada ontem, 08, o juiz da 1ª Vara Cível de Jales, José...