Curiosidades

MULHER DIZ QUE DESVIOU R$ 50 MILHÕES DE EMPRESA POR TEMER MACUMBA DE MÃE DE SANTO

“Em razão do medo, a vítima confirmou que realizou 11 depósitos que totalizaram mais de R$ 50 milhões, subtraídos da empresa em que trabalha.

MULHER DIZ QUE DESVIOU R$ 50 MILHÕES DE EMPRESA POR TEMER MACUMBA DE MÃE DE SANTO

Uma mulher de 34 anos procurou o Serviço de Investigação Geral (SIG) da Polícia Civil de Dourados (MS) para denunciar que foi vítima de extorsão por uma mãe de santo residente na cidade de São Paulo (SP). Ela relatou aos policiais que coagida pela religiosa desviou cerca de R$ 50 milhões da empresa na qual trabalha, temendo maldição de espíritos malignos.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Rodolfo Daltro, o nome da funcionária e da religiosa não serão revelados, a fim de não atrapalhar as investigações.

“A denunciante nos procurou há uma semana e declarou o ocorrido. Ela detalhou as conversas e entregou o aparelho celular que contém informações relevantes para esclarecimento do caso”, explica.

No depoimento prestado, a mulher revelou que realiza consultas espirituais com a mãe de santo desde 2018, pois, ela é famosa por atender artistas e personalidades da capital paulista. No depoimento prestado, contou que há cerca de um mês, a religiosa começou a exigir altos valores de dinheiro e caso não obedecesse seria amaldiçoada com a presença de espíritos que a levariam ao suicídio.

“Em razão do medo, a vítima confirmou que realizou 11 depósitos que totalizaram mais de R$ 50 milhões, subtraídos da empresa em que trabalha. Ela inclusive trouxe a planilha com os dados bancários, a fim de colaborar com identificação da suspeita”, acrescenta o delegado.

Depois que o depoimento da vítima foi concluído, o responsável pelo SIG apresentou uma representação ao Poder Judiciário, a fim de conseguir autorização para rastrear os proprietários das contas bancárias que receberam dinheiro, desviado da empresa.

As evidências apresentadas até o momento levam a crer que a funcionária foi vítima de extorsão, ainda que por motivos religiosos, contudo os depósitos realizados com recursos da empresa aonde trabalha podem ser configurados como prática de furto.


Mais notícias sobre Curiosidades

Curiosidades

Homem confunde nome de rua com cidade e viaja 340 km sem querer

O paraguaio Luiz Fernando Lopes Nunez, de 21 anos, que ficou desaparecido por 11 dias, ao se...


Curiosidades

Candidato a vereador, agente funerário posa para foto em caixão em Catanduva

 Adilson Baio da Funerária, candidato a vereador em Catanduva pelo PSDB


Curiosidades

Empresário vende picolé de coxinha e salva negócio durante pandemia

Na cidade de Jaú, no interior do estado de São Paulo, o empresário Clayton...

Curiosidades

Modelo fatura R$ 56 mil vendendo água do próprio banho em site de fetiches

A modelo americana Emily Knight, de 21 anos, está faturando 7,8 mil libras...