Saúde

MULHER DE VOTUPORANGA CONTRAI VÍRUS EM URÂNIA E MORRE DEPOIS DE 26 DIAS. E JALES CHEGA AO 69o ÓBITO

Votuporanga registrou ontem mais uma morte em decorrência de complicações causadas pelo coronavírus. Cleusa Maria Francisco, de 56 anos, lutou por 26 dias contra a dança, mas acabou não resistindo e faleceu, se tornando a 118ª vítima no município desde o início da pandemia.

MULHER DE VOTUPORANGA CONTRAI VÍRUS EM URÂNIA E MORRE DEPOIS DE 26 DIAS. E JALES CHEGA AO 69o ÓBITO

 

Blog do Cardosinho

Jales registrou, ontem, mais 69 casos suspeitos e 20 novos casos positivos de covid, chegando, no total, a 2.701 casos confirmados de contaminação, ou 5,5% da nossa população. Além disso, chegou ao 69º óbito desde o início da pandemia.

De seu lado, a enfermaria da nossa Santa Casa estava com 100% de ocupação, enquanto a UTI tinha 07 leitos ocupados, ou 64% das 11 vagas exclusivas para tratamento da covid.

Enquanto isso, o “acéfalo que ocupa o Palácio do Planalto” – nas palavras do Pedro Bial – continua com seu discurso negacionista, boicotando a vacina e afirmando que a pandemia “está no finalzinho” e que o Brasil “está voltando à normalidade”, entre outras sandices.

Aqui em Jales, o discurso irresponsável do boçal que ocupa a presidência é reverberado por uma emissora de rádio, através comentários do ex-urubólogo Alexandre Garcia, de resto um lambe-botas do Bozo.

Vejam, agora, essa notícia do jornal A Cidade, de Votuporanga, que dá uma ideia da situação do coronavírus em Urânia, onde foram registrados três óbitos nos dois últimos dias:

Votuporanga registrou ontem mais uma morte em decorrência de complicações causadas pelo coronavírus. Cleusa Maria Francisco, de 56 anos, lutou por 26 dias contra a dança, mas acabou não resistindo e faleceu, se tornando a 118ª vítima no município desde o início da pandemia.

De acordo com seu irmão, Dorcílio Antonio Francisco, Cleusa – que era funcionária do IAMSPE – contraiu o vírus junto com outros cinco familiares, ao viajar para Urânia para cuidar de uma irmã que estava doente.

Quando retornou a Votuporanga, ela já estava com os sintomas e, depois de alguns dias se cuidando em casa, teve que ser internada.

“Ela cuidava de todos nós, tinha um coração enorme e ajudava todo mundo. Não tomava nem refrigerante, não comia besteira, levava uma vida saudável, aí vem uma doença como essa e leva ela. É muito triste”, disse Dorcílio.

Dos cinco contaminados, Cleusa e uma sobrinha apresentaram complicações. A sobrinha ainda está internada na UTI da Santa Casa de Jales.


Mais notícias sobre Saúde

Saúde

Distribuição de vacinas da AstraZeneca deve começar neste sábado

Os 2 milhões de doses da AstraZeneca contra a covid-19 que devem chegar da Índia...


Saúde

Região continua na fase laranja do Plano SP; início das aulas presenciais é adiado

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) detalha neste momento em entrevista...


Saúde

ImunizaSUS capacitará profissionais de saúde para vacinação

Após a aprovação pela Agência de Vigilância Sanitária...

Saúde

Imunização de profissionais da saúde abre a Campanha de Vacinação contra a Covid-19 em Jales

Os três trabalhadores da saúde foram os primeiros moradores de Jales a...