Direito

Mãe é condenada por ofender médica que sugeriu teste de covid-19

A mãe não queria que o filho, com suspeite do coronavírus, fizesse o exame para confirmar o diagnóstico da doença.

Mãe é condenada por ofender médica que sugeriu teste de covid-19

Uma médica que sugeriu à mãe do paciente, que estaria sob suspeita de ter contraído o coronavírus, que ele realizasse exame para confirmar o diagnóstico, será indenizada após ofensas. A mãe se recusou a aceitar o teste e publicou relato nas redes sociais com inverdades, nome e CRM da profissional. Decisão é da juíza de Direito Renata Manzini, da 5ª vara Cível de Campinas/SP.

Consta nos autos que a mulher levou seu filho, com suspeita de covid-19, ao centro médico na qual a médica trabalha. A profissional teria solicitado o exame e explicado os motivos para a realização. A mãe, porém, não o concedeu e se exaltou perante a médica.

Em um dos momentos, a mãe teria fechado a porta do consultório na mão da médica, resultando em danos leves.

Ao analisar o caso, a magistrada observou que a mãe deixou transcorrer o prazo para oferecer defesa, fazendo com que se presumissem verdadeiros os fatos narrados na inicial.

A juíza ressaltou que a caracterização dos danos morais depende da existência de abalo à integridade psíquica e alteração no psicológico do afetado em razão de alguma situação de dor, sofrimento ou humilhação pela qual tenha passado, ou, ainda, da existência de dano à sua imagem perante a comunidade em que vive.

Para a magistrada, dada a não contestação da mãe e a consequente falta de impugnação dos fatos alegados pela médica, os danos suportados são presumidos.

Assim, condenou a mãe do paciente à indenização por danos morais em R$ 10 mil e determinou que o Facebook exclua a publicação e seus comentários.

O processo, que tramita em segredo de justiça, conta com a atuação dos advogados Idalvo Matos Filho e Leandro Bonvechio.

  • Processo: 1030112-83.2020.8.26.0114

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.


Mais notícias sobre Direito

Direito

Estelionato de R$ 4 chega ao STJ; ministro aplica insignificância

O ministro Ribeiro Dantas, do STJ, concedeu ordem em HC para anular ANPP -...


Direito

Aparecida D' Oeste - Prefeito Izaias e Rossi, são absolvidos por denuncias infundadas de Alex Begido

Para que nossos leitores entendam de modo mais simples, o polêmico Alex Begido deu...


Direito

SUMPREMO DECIDE SE CANDIDATOS PAGARÃO POR JINGLES DE PARÓDIAS

A cena gravada em 2014 é, no mínimo, curiosa: sentado em um cenário branco,...

Direito

Procurador vê erro do MP e reconhece boa fé de Pessuto em ação

Em parecer contundente, Procurador de Justiça se posiciona contra a...