Curiosidades

Macedônia - Vereadora que invadiu casa e tinha contas pagas pela Prefeitura quer denunciar famílias carentes !

Monica continuou a residir no imóvel, mudando apenas quando os fatos foram denunciados pela mídia regional.

Macedônia - Vereadora que invadiu casa e tinha contas pagas pela Prefeitura quer denunciar famílias carentes !

Se eu entendi bem a Vereadora Mônica Vieira da Silva, que segundo denúncias feitas por um morador invadiu um imóvel que pertence a Prefeitura de Macedônia e habitou por cerca de um ano, com contas pagas pela Prefeitura de Macedônia, quer investigar e denunciar famílias carentes ?

Segundo a informação são famílias carentes que estão sendo ajudadas pela Prefeitura local com ajuda de mão-de-obra de casas de famílias carentes que estão comprometidas e ameaçam desabar.

Relembre o caso da Vereadora Mônica Vieira da Silva:

Na manhã desta quarta feira (27), um morador do município de Macedônia-SP protocolou na Câmara Municipal um documento narrando fatos ocorridos envolvendo a atual presidente do Legislativo Municipal, Mônica Vieira da Silva.

De acordo com o documento, Mônica teria invadido um imóvel pertencente a prefeitura de Macedônia-SP e habitado por aproximadamente um ano, sem o consentimento da então prefeita Lucilene Marsola.

O caso teve grande repercussão na região, diversos veículos de informação relataram os fatos, noticiando que a Edil estaria morando em um imóvel pertencente a prefeitura, e que a mesma não pagaria nenhum tipo de aluguel ou contrapartida pela habitação.

A vereadora divulgou um vídeo em resposta a toda mídia, colocando-se como vítima, fazendo a afirmação que adentrou o imóvel contra a vontade da então prefeita, desfazendo ainda do imóvel que lhe serviu, afirmando que durante o tempo que o habitou, aquele local não lhe ofereceu conforto algum.

Para justificar a invasão, a Presidente da Câmara mostrou no vídeo um holerite onde consta que a mesma recebe apenas R$400,00 (quatrocentos reais) por mês como salário, deixando de informar que é por conta de empréstimos que fez para descontar nos seus vencimentos.

Ainda no vídeo, Mônica afirma que entrou na prefeitura como trabalhadora braçal e que “subiu de cargo”, foi para motorista de ambulância, porém, foi perseguida e teve a sua CNH denunciada.

A redação do jornal apurou os fatos e constatou que, na verdade, dirigindo seu veículo pessoal, a mesma foi abordada pela Polícia Militar e estava embriagada, por isso teve sua CNH suspensa, tendo assim que retornar para o cargo de origem, trabalhador braçal.

Voltando para o documento protocolado, foi pedido que, se for o caso, a Câmara instaure procedimento para apurar os fatos, pois já como vereadora, Monica continuou a residir no imóvel, mudando apenas quando os fatos foram denunciados pela mídia regional.

 

Veja


Mais notícias sobre Curiosidades

Curiosidades

Jales - ELE quer que a Prefeitura pague salários "atrasados" no tempo que esteve Preso por Tráfico de Drogas !

Acredite se quiser, é a "Banana comendo o Macaco"


Curiosidades

Jales - Vereador Elder Mansuli resolve tirar um 'sarro" nas buzinas e leva "sapatada" em sua própria página

Já dizia meu saudoso Pai, quando se quer algo bem feito, faça você mesmo,...


Curiosidades

Jales - As 'DESCULPAS" mais esdrúxulas que já ouvimos; a Cidade tem de fato o que merece !

As cidades acabam por eleger seres que tem a habilidade de ludibriar os que imaginam ser...

Curiosidades

Jales - Polêmica Vereadores que teriam votado contra o Projeto estão sendo criticados em redes sociais.

Um grande problema nas Cidades são os ruídos. Em Jales por...