Geral

Justiça manda Hospital que testou Bolsonaro divulgar exames para coronavírus

A decisão foi tomada pela juíza Raquel Soares Chiarelli, da 4ª Vara Federal Cível do Distrito Federal,

Justiça manda Hospital que testou Bolsonaro divulgar exames para coronavírus

Liminar acata a pedido do governo do Distrito Federal. Até o momento, Bolsonaro se recusou a mostrar dois exames negativos para Covid-19

A Justiça do Distrito Federal publicou uma liminar na sexta-feira 20 exigindo que o Hospital das Forças Armadas, que realizou os testes de sorologia para Covid-19 no presidente Jair Bolsonaro, liberasse a lista de pacientes testados positivos para o coronavírus.

A decisão foi tomada pela juíza Raquel Soares Chiarelli, da 4ª Vara Federal Cível do Distrito Federal, acatando a um pedido feito pelo governo do próprio DF. De acordo com Chiarelli, a resistência do Hospital em divulgar as informações fere o direito do governo local de tomar precauções de segurança e vigilância epidemiológica.

“Não se justifica, sob nenhuma perspectiva, a negativa da União em fornecer essas informações ao Distrito Federal, que tem competência constitucional para coordenar e executar as ações e serviços de vigilância epidemiológica em seu território”, escreveu a juíza.

A decisão da Justiça ainda prevê multa de R$ 50 mil ao diretor do Hospital das Forças Armadas “por paciente cuja a informação for sonegada”. Por ser liminar, a decisão é temporária e pode ser contestada, mas passou a valer a partir de sua publicação


Mais notícias sobre Geral

Geral

Opositores do governo se mobilizam em panelaço para noite desta sexta-feira

Opositores do governo organizam "panelaço" para noite desta sexta-feira (15),...


Geral

Vacinas de São Paulo ficarão em São Paulo, diz Doria

Ogovernador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta quinta-feira,...


Geral

Itamaraty confirma que Índia atrasará entrega de vacinas

Ocronograma de entrega dos dois milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford contra a...

Geral

Tratoraço vence! Diário Oficial de SP traz recuo de Dória sobre aumentos agrícolas e medicamentos

Aumentos no etanol e leite pasteurizado foram mantidos. Também a Lei (n.o 17.293/20), que...