Direito

Justiça Eleitoral cassa prefeito e vice de Ubarana por compra de votos

A decisão foi proferida na tarde desta terça-feira (16)

Justiça Eleitoral cassa prefeito e vice de Ubarana por compra de votos

A Justiça Eleitoral cassou os mandatos do prefeito de Ubarana (SP), Gomides Ferraz Neto (DEM), e do vice-prefeito, Marco Antonio Vitali (Solidariedade), por compra de votos. A decisão foi proferida na tarde desta terça-ferias (16) pelo juiz Eleitoral, Fauler Félix de Ávila. Na sentença o juiz também determinou uma multa de R$ 53.205,00.

A chapa vendedora do último pleito para prefeito na cidade de Ubarana composta por Gomides e Marquinhos, venceu com 2.075 votos, 57% do total dos votos válidos do município. Eles foram eleitos pela coligação "Vitória do Povo", dos partidos PP, Solidariedade e DEM.

A promotoria eleitoral acusou a chapa de abuso de poder econômico para beneficiar a campanha. Segundo o Ministério Público, no dia das eleições uma boa parte dos eleitores usava camiseta azul, cor que representava a coligação, a acusação é de que esses eleitores teriam recebido dinheiro para usar a camiseta e então pedir votos no dia da votação. A acusação também denunciou a coligação por ter prometido dinheiro em torca de votos.

A barganha eleitoral não parou por aí, a promotoria ainda acusa a chapa de trocar votos por tratamento dentário no valor de R$ 200  de tratamento dentário e em troca de valores, como R$ 200, varios moradores foram ouvidos durante a apuração das denúncias que confirmaram a tentativa e compra de voto.

 Desse modo ficou comporvado que a chapa abusou do poder econ^pmico para ganhar as eleições. A chapa negou as acusações durante o julgamento e alegou que o uso das camisetas foi apenas em apoio às candidaturas. Cabe recurso da decisão.


RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.


Mais notícias sobre Direito

Direito

Estelionato de R$ 4 chega ao STJ; ministro aplica insignificância

O ministro Ribeiro Dantas, do STJ, concedeu ordem em HC para anular ANPP -...


Direito

Aparecida D' Oeste - Prefeito Izaias e Rossi, são absolvidos por denuncias infundadas de Alex Begido

Para que nossos leitores entendam de modo mais simples, o polêmico Alex Begido deu...


Direito

SUMPREMO DECIDE SE CANDIDATOS PAGARÃO POR JINGLES DE PARÓDIAS

A cena gravada em 2014 é, no mínimo, curiosa: sentado em um cenário branco,...

Direito

Procurador vê erro do MP e reconhece boa fé de Pessuto em ação

Em parecer contundente, Procurador de Justiça se posiciona contra a...