Geral

JUSTIÇA DETERMINA PRISÃO DE EX-MINISTRO DA EDUCAÇÃO

A Operação foi autorizada pela 15ª Vara Federal do Distrito Federal. A PF investiga suposto gabinete paralelo dentro da pasta onde pastores teriam acesso privilegiados a recursos públicos.

JUSTIÇA DETERMINA PRISÃO DE EX-MINISTRO DA EDUCAÇÃO

A Justiça Federal determinou a prisão preventiva do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, na manhã desta quarta-feira (22). Ele é acusado de corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa, tráfico de influência. Os pastores Arilton Moura e Gilmar Santos, suspeitos de integrarem um esquema de propina dentro do MEC, também receberam ordem de prisão preventiva cumprida pela Polícia Federal.

A Operação foi autorizada pela 15ª Vara Federal do Distrito Federal. A PF investiga suposto gabinete paralelo dentro da pasta onde pastores teriam acesso privilegiados a recursos públicos.

Esta investigação teve início no Supremo Tribunal Federal e foi remetida à primeira instância depois que Milton Ribeiro deixou o Ministério da Educação, em março deste ano.

Ao todo, são cumpridos nesta quarta 13 mandados de busca e apreensão e cinco prisões preventivas. As operações ocorrem nos estados de Goiás, São Paulo, Pará e Distrito Federal. A justiça também  emitiu uma medida cautelar proibindo contato entre os investigados.



RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.

Mais notícias sobre Geral

Geral

Aprovado PL que autoriza IPVA zero a motos de até 170 cilindradas

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (6) um projeto de resolução...


Geral

Walter Casagrande deixa a Rede Globo após 25 anos: 'Um alívio para os dois lados'

Walter Casagrande Júnior está de saída da Rede Globo. O ex-jogador de 59...


Geral

Alesp reduz tempo de resposta ao cidadão em 79%, mesmo com aumento da demanda

Com a adoção de modernas práticas de governança e gestão, a...

Geral

Após um ano de uso de câmeras em uniformes, mortes por policiais caem 80%

As mortes cometidas por policiais militares despencaram em 19 dos 131 batalhões do estado...