Geral

Juristas acionam ONU contra Bolsonaro por ataques ao Judiciário

O grupo, com 77 signatários, pede que o representante da ONU em assuntos de independência judicial faça uma visita ao Brasil para cobrar informações do Executivo

Juristas acionam ONU contra Bolsonaro por ataques ao Judiciário

O Observatório para Monitoramento dos Riscos Eleitorais no Brasil endereçou denúncia à ONU contra o presidente Bolsonaro por ameaças à democracia e à independência do Judiciário, especialmente em ano eleitoral.

Dentre os requerimentos, a entidade pede que um representante oficial da ONU faça uma visita ao Brasil a fim de mapear a situação dos ataques ao Judiciário e se encontre com autoridades do STF e TSE para cobrar informações do Executivo.

O documento, que foi assinado por um grupo de 77 juristas e acadêmicos, foi enviado a Diego Garcia, relator que cuida de assuntos envolvendo a independência de juízes de advogados na Organização. O assunto do ofício é "ameaças à democracia, desinformação e ataques contra o Judiciário brasileiro".

Na denúncia, os signatários afirmam que a democracia está sob ameaça desde 2018, ano em que Jair Bolsonaro foi eleito. A partir de então, o Judiciário, a imprensa, as universidades, as ONGs e os movimentos sociais têm sido ofendidos e atacados pelo presidente e por apoiadores do governo Bolsonaro:

"O governo Bolsonaro publicamente encoraja ataques contra instituições e violência contra oponentes políticos; minimiza a confiança em procedimentos constitucionais necessários para a proteção de direitos e resoluções pacíficas em conflitos eleitorais e políticos."

O observatório afirma que o governo Bolsonaro coloca os juízes e ministros como inimigos; deslegitima o sistema eleitoral com desinformação em massa; minimiza a confiança pública no processo eleitoral e coloca o Judiciário brasileiro sob ataque e desconfiança.

Os juristas pedem, então, que o relator instaure medidas para investigar o cenário atual, levando em consideração sua posição enquanto relator de assuntos envolvendo a independência de juízes de advogados na Organização. 



RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.

Mais notícias sobre Geral

Geral

Aprovado PL que autoriza IPVA zero a motos de até 170 cilindradas

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (6) um projeto de resolução...


Geral

Walter Casagrande deixa a Rede Globo após 25 anos: 'Um alívio para os dois lados'

Walter Casagrande Júnior está de saída da Rede Globo. O ex-jogador de 59...


Geral

Alesp reduz tempo de resposta ao cidadão em 79%, mesmo com aumento da demanda

Com a adoção de modernas práticas de governança e gestão, a...

Geral

Após um ano de uso de câmeras em uniformes, mortes por policiais caem 80%

As mortes cometidas por policiais militares despencaram em 19 dos 131 batalhões do estado...