Direito

JOVEM QUE PERDEU VISÃO DE UM OLHO ALEGA ERRO MÉDICO E QUER SER INDENIZADO PELO CONSIRJ E PELA PREFEITURA

Levado à UPA, ele foi atendido por um clínico geral e mandado de volta para casa.

JOVEM QUE PERDEU VISÃO DE UM OLHO ALEGA ERRO MÉDICO E QUER SER INDENIZADO PELO CONSIRJ E PELA PREFEITURA

Um morador do Jardim América, de apenas 20 anos, está acionando o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região de Jales (Consirj) e a Prefeitura de Jales na Justiça, com uma ação de danos morais onde solicita R$ 150 mil de indenização.

O mote para a ação – protocolada no dia 03 de outubro – foi um suposto erro médico.

Sucedeu assim: o rapaz, que trabalha como servente de pedreiro, sofreu uma queda no trabalho e, por conta dela, passou a sentir dores em um dos olhos.

Levado à UPA, ele foi atendido por um clínico geral e mandado de volta para casa.

No dia seguinte, diz o rapaz, a situação tinha piorado e ele então procurou uma especialista que, depois de examiná-lo, o encaminhou para São José do Rio Preto. Em Rio Preto, ele teria ficado sabendo que já era tarde demais.

A retina tinha descolado e a visão do olho esquerdo já estava perdida.

O rapaz está sendo representado pelo advogado Juliano Mattos.

O ilustre causídico argumenta que seu cliente perdeu a visão por erro médico.

Osite A VOZ DAS CIDADES entrevistou Fernando sobre os detalhes do atendimento você pode conferir AQUI


Mais notícias sobre Direito

Direito

Fernandópolis - Irmã de Candidato à Prefeito é sentenciada a tirar postagem contra André Pessuto

A coisa parece estar bem quente em Fernandópolis, e tudo indica que a Justiça...