Economia

Jales - Preço do etanol em Jales é um dos mais baratos do Estado Em Jales, preço era em média R$ 2,49, hoje é encontrado por até R$ 2,19. Preço da gasolina também caiu de R$ 3,50 para R$ 3,29.

A promessa de uma boa safra de cana na região noroeste paulista começou a ter reflexo no preço do álcool. O litro do etanol ficou mais barato em algumas cidades, como em Jales (SP), onde a queda foi bem mais expressiva. Em alguns postos têm até congestionamento, mas dessa fila, o consumidor não reclama não. O motorista está gastando menos com combustível. Em Jales, onde há uma semana, o litro do etanol custava em média R$ 2,49, hoje é encontrado por até R$ 2,19. O preço da gasolina também caiu. O litro que era vendido por até R$ 3,50 na cidade, agora chega a custar R$ 3,29. “Muito bom o preço, acho que é o mais barato da região toda, pelo menos o que tenho observado”, afirma a professora Jéssica Oliveira. Tem gente até saindo de outras cidades para economizar na hora de abastecer. Também não é para menos. De acordo com uma lista de preços divulgados pela Agência Nacional de Petróleo, Jales tem o álcool mais barato do estado. “A gente é de Votuporanga, a gente vem de vez em quanto para Jales e então aproveita para colocar um combustível mais barato”, diz o autônomo Carlos Alberto Cerantola. Um dos principais motivos da alegria do consumidor é o início da safra da cana de açúcar, que aumenta a oferta de produto no mercado. Mas o gerente de posto Elison Nihi diz que em Jales há ainda outro fator que influencia nas promoções. “Os empresários da cidade acabaram pressionando os preços dos combustíveis para baixo e com o início da safra a perspectiva maior de oferta, isso tem pressionado os preços para baixo”, afirma. Em Araçatuba (SP), o preço do etanol teve uma queda de R$ 0,25 centavos. De R$ 2,89, para R$ 2,64. O litro da gasolina não teve alteração e é vendido a R$ 3,79. Em São José do Rio Preto, a queda foi um pouco menor, de R$ 0,10. O litro do álcool que custava em média R$ 2,89, agora sai por R$ 2,79. O presidente do Sindicato dos postos de combustíveis, Roberto Huerrara, tenta explicar porque o preço é tão diferente em cidades da mesma região. “O que ocorre em Jales é atípico, tanto é que é só lá, onde tem uma guerra de concorrência muito forte entre os postos da cidade e com isso eles trabalham praticamente no preço de custo”, diz Huerrara.

Mais notícias sobre Economia

Economia

Jales mais demitiu do que contratou em outubro

As recentes informações divulgadas pelo Cadastro Geral de Empregados e...


Economia

Receita paga hoje as restituições do 6º lote do Imposto de Renda

A Receita Federal paga, nesta segunda-feira (18/11), as...


Economia

Fim do DPVAT: saiba quem ainda poderá receber o seguro e como

Um aumento de ações judiciais por perdas, danos, invalidez e morte referentes...

Economia

ANEEL quer nova taxação para energia solar e pode frustrar adoção por pessoas físicas e jurídicas

O mercado de energia solar no Brasil vem crescendo pela adesão de consumidores que veem...