Cidades

Jales - Pais reclamam de condições de Creche Municipal Vera Lucia Vilela

Para piorar ainda mais, ontem (13) a Elektro, esteve na Creche para cortar a Energia por falta de pagamento, o mesmo fato já aconteceu em 2017 e você pode conferir AQUI

O site A VOZ DA CIDADES, voltou hoje (14) na Emei Vela Lucia Vilela depois de termos recebido ontem (13), reclamações de mato alto e entulhos próximo da "Creche".

Após mostramos as fotos, imediatamente uma equipe enviada pelo Secretário de Planejamento Niltinho Suetugo removeram os entulhos, já o mato tanto nas laterais da Creche quanto no fundo ainda continuam lá.

Mas esses não são os únicos problemas da Antiga Casa da Criança de Jales, problemas na estrutura do prédio, fizeram que Pais ainda ontem (13) fizessem várias denúncias de más condições nos banheiros, teto, falta de saída de emergência, falta de ar condicionado e ventiladores que não funcionam bem em uma cidade que a média gira em torno de 32 graus escaldantes.

Convocamos representantes da Secretaria de Educação (Valéria, Marislei Berceli e Elaine - Coordenadoras) e do outro lado representando a Prefeitura Municipal, Manoel De Aro, Secretário de Obras, para explicarem o que está acontecendo.

O Ministério Público Estadual de Jales, fez recomendações para que as devidas adequações e reformas fossem feitas o mais rápido possível, mas segundo as explicações do Secretário Manoel de Aro, nem mesmo o dono do Prédio que comprou o imóvel da antiga Casa da Criança, sabe ou concordou com as possíveis reformas que terão que acontecer.

Ou seja, toda esta questão está parada na burocracia, e a Creche Vera Lucia Vilela que atualmente tem em torno de 111 crianças está impedida de receber mais crianças.

Para piorar ainda mais, ontem (13) a Elektro, esteve na Creche para cortar a Energia por falta de pagamento, o mesmo fato já aconteceu em 2017 e você pode conferir AQUI

Naquela época o problema estava na atualização do cadastro, e em 2020 o problema continua o mesmo. 

Após a entrevista pedimos para que as Coordenadoras e o Secretário de Obras nos acompanhassem em uma visita, e o que encontramos pode ser visto abaixo, teto em más condições e banheiros inacabados, a falta de salas para que as monitoras possam trocas as crianças também foi notado, várias delas foram vistas trocando ainda no banheiro.

Por tudo isso, a Administração não soube dizer quando as devidas reformas poderão ter prazo certo para serem concluídas.

 


Mais notícias sobre Cidades

Cidades

Universidade Brasil tem novo reitor

A Universidade Brasil, através da Portaria 38/2020, está nomeando Reitor...


Cidades

Fernandópolis - Justiça decreta intervenção na Santa Casa

A Justiça de Fernandópolis, através do juiz Vinícius Castrequini, da...


Cidades

Santa Fé do Sul / Prefeitura terá de pagar R$108, 2 mil para ex-vereadores

Não é difícil nas Eleições achar candidatos que

Cidades

Não há motivos para uma prisão, diz advogado de Gilmar Gimenes

Em uma entrevista coletiva, o advogado Ricardo Franco de Almeida, que defende o preso Gilmar...