Artigo

Jales - Estratégia Midiática ou Arrivismo ?

Em resumo, implica-se em dizer, que possivelmente estamos diante de um problema causado e de caso pensado

Jales - Estratégia Midiática ou Arrivismo ?

Em análise para alguns fatos que vem ocorrendo em Nossa Cidade, percebo que vendo além da cortina de fumaça que existe, também percebo que a intenção de alguns pode ser mais nítida que parece.

Existem artigos propícios para o tema, um deles seria a Estratégia de Manipulação Midiática.  

Embora o tema se refira a Mídia, nem sempre são elas, que causam problemas para depois oferecer soluções.

Entre as 10 melhores estratégias que consiste (A Estratégia da Distração; A Estratégia da Gradualidade; A Estratégia de Diferir; Dirigir-se ao público como crianças;  Utilizar o aspecto emocional muito mais do que a reflexão, etc) para nós vamos abordar, uma ou duas delas.

A estratégia de criar problemas e depois oferecer soluções, foi ou pelo menos me parece ser a mais plausível quando tenta se entender toda a polêmica das Taxas criadas e inseridas no Carnê do IPTU em Jales. 

Este método é conhecido como “problema-reação-solução”.

Cria-se uma situação (que causará uma reação prevista no público) a fim de que seja o público quem exija medidas que se deseja fazer com que aceitem.
Um exemplo bem corriqueiro até no Brasil: deixar que se desenvolva ou se intensifique a violência urbana, ou organizar atentados sangrentos, a fim de que o público demande por leis de segurança e cerceamento da liberdade (como as aclamações pelo retorno da ditadura militar). Também é comum criar uma crise econômica para fazer que aceitem como “males necessários” o retrocesso dos direitos sociais e desmantelamento dos serviços públicos.

 

Perceba que em Jales, as reações foram bem parecidas, senão vejamos.

O mesmo Advogado que em 2020 entrou com uma Ação Popular pedindo a criação das Taxas de Resíduos Sólidos, também é Advogado de um ex-Vereador que luta para derrubar uma sessão Extraordinária sob alegação de ela ter sido “Fantasma” ou Inexistente !

Embora o Vereador Elder Mansueli admitiu ter votado “contrário” na segunda sessão que ELE diz não ter existido, do ponto de vista jurídico, ao assinar a lista de Presença, receber pela sessão que NÃO EXISTIU, há autoridades e operadores do Direito, que dizem haver claramente um Crime Praticado pelo Vereador, Falsidade Ideológica !

Ainda no raciocínio das estratégias, entra uma pitada de Estratégia da Distração; Um dos principais instrumentos de controle social é a distração. O objetivo é desviar a atenção do público dos problemas importantes e das mudanças decididas pelas elites políticas e econômicas. Tudo isso através de uma avalanche de distrações contínuas e informações desnecessárias.

Em resumo, implica-se em dizer, que possivelmente estamos diante de um problema causado e de caso pensado, para que no passado se admita a necessidade de se criar Taxas, para no futuro, se criar a ilusão de um “Salvador” ou Herói, que ao lado do Povo, lutou bravamente mas que foi derrotado.......mas o que todo Herói espera? 

Que seja lembrado nas próximas Eleições Municipais, de preferência, na “esquerda Mão de Direção”
                                                  



RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.

Mais notícias sobre Artigo

Artigo

Pais de Jales, denunciam Bullying em escolas

Alguns Pais entraram em contato como site A VOZ DAS CIDADES, para denunciar o que infelizmente...


Artigo

Hoje é o Dia do Policial Civil Aposentado.

Data singular por nos trazer à lembrança a marcante história...


Artigo

Jales - Juros e multas por um único dia de atraso em parcelas do IPVA gera, revolta, indignação e protestos

Desde de o último dia 19 de maio, quando tentei pagar a parcela...

Artigo

Mundo do trabalho pós-pandemia: MP traz novas regras para empresas e trabalhadores

O “novo normal” ocasionado pela pandemia trouxe mudanças que vieram para...