Brasil

Homem abre caixa e joga escorpiões vivos em recepcionistas de centro de saúde; VÍDEO



Era para ter sido mais um atendimento corriqueiro no centro de saúde de Santo Antônio do Aracanguá, a 38 km de Araçatuba, mas na tarde de segunda-feira, 1º, o que se registrou na recepção da unidade parecia mais uma pegadinha do dia da mentira... Mas não era. Um homem jogou cerca de 10 escorpiões vivos nas funcionárias do centro de saúde, porque estaria irritado com o atendimento. Houve gritaria, mas as funcionárias conseguiram matar os animais e ninguém ficou ferido.

Toda a ação foi gravada pela câmera de segurança instalada na unidade. Nas imagens, é possível ver a chegada do homem que traz uma caixa de sapato. Em dado momento, ele abre a tampa da caixa e. pelo buraco de acesso do vidro que separa as atendentes dos pacientes, ele arremessa vários escorpiões vivos em direção às funcionárias. Ao perceberem que se tratavam de animais peçonhentos, elas começaram a gritar e algumas correram do local. Uma das funcionárias usou um sapato para matar os bichos.

A reportagem conversou com uma das vítimas que contou o que teria motivado a atitude do homem, que é paciente da unidade. Ele foi identificado pelo primeiro nome: Cláudio.

"A gente não acreditou no que estava acontecendo, enquanto os escorpiões eram jogados na gente. Os animais estavam vivos! Alguns deles eram do tamanho da palma da minha mão!", lembra uma das recepcionistas, que pediu para não ser identificada.

Sobre o que teria motivado aquela atitude perigosa e incomum, a funcionária da saúde contou que ele estaria irritado com o atendimento.

"Ele chegou à unidade, ele já buscou alguns atendimentos conosco em outros momentos, mas assim que ele chegou, como é de praxe, precisamos colher alguns dados, faz parte do protocolo, e ele pareceu muito irritado em ter que aguardar e responder às perguntas feitas. E aí, quando perguntamos o que ele tinha, a resposta veio em forma de escorpiões vivos!", disse a recepcionista.

Folha da Região apurou que o paciente havia sido picado por um escorpião e, por isso, teria ido procurar ajuda na unidade médica. Após jogar os animais contra as atendentes, ele foi atendido, recebeu o bloqueio e foi orientado a esperar por seis horas na unidade, mas ele permaneceu por duas horas e fugiu.

Um boletim de ocorrência foi registrado e a Polícia Civil instaurou um inquérito para investigar o caso. O homem que jogou os animais será ouvido nos próximos dias.


RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.

Mais sobre Brasil