Geral

Governo de SP decreta ’fase vermelha’ em todo Estado durante Natal e Ano Novo

Entre 25 e 27 de dezembro e 1º e 3 de janeiro de 2021, apenas serviços essenciais poderão funcionar

Governo de SP decreta ’fase vermelha’ em todo Estado durante Natal e Ano Novo Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico de São Paulo

O governo de São Paulo anunciou nesta terça-feira (22) lockdown durante festividades de final de ano. Entre 25 e 27 de dezembro e 1º e 3 de janeiro de 2021, apenas serviços essenciais, como supermercados e farmácias, poderão funcionar normalmente no Estado.

A medida visa frear a contaminação da Covid-19 nesta virada de ano. A secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patrícia Ellen, afirmou que as medidas tomadas até o momento em todo Estado não estão fazendo com que os casos de contaminação de Covid-19 diminuam. Com exceção de Presidente Prudente, que foi rebaixada à fase vermelha, as demais regiões do Estado - incluindo Rio Preto - voltarão à fase amarela após as festividades de fim de ano - veja tabela abaixo.

João Gabbardo, coordenador-executivo do Centro de Contingência Covid-19, afirmou que o Estado pode chegar a um colapso caso os casos de Covid-19 continuem a aumentar.

Gabbardo também alertou sobre escala de funcionários da área da saúde. Segundo ele, montar hospitais de campanha neste momento esbarraria nas escalas de servidores. Muitos profissionais da saúde, que atuam na linha de frente desde março último, já apresentam esgotamento pelo ritmo frenético de trabalho.

O governo teme um descontrole da pandemia após as festas de fim de ano, já que nas últimas quatro semanas São Paulo registrou um salto de 54% do número de casos e de 34% nos óbitos.

O índice de pessoas que se diz em quarentena caiu, neste mês, ao menor nível desde o início das medidas para conter a pandemia, em março. No sábado (19), dados das companhias de telefonia móvel mostraram que a taxa de isolamento no estado foi de 40%. O patamar considerado razoável pelo governo é acima de 50%.

Desde de 30 de novembro, todo o estado está na fase amarela, a intermediária entre as cinco, que permite todas as atividades desde que cumpridos protocolos de higiene, distanciamento social e pequena restrição de horários.

Uma das principais preocupações do governo é com o rápido aumento de internações, especialmente depois de parte dos leitos reservados para casos de Covid-19 ter sido desmobilizada com o decréscimo de casos.

A região de Presidente Prudente foi reclassificada para a fase vermelha pois atingiu 83,1% de ocupação dos leitos de UTI.

Outra região que preocupa o governo do estado é a da Grande São Paulo, que está com ocupação de 67%. Em todo o estado, a taxa é de 61,9%. ​

Apenas em Rio Preto,  36.697 pessoas já foram diagnosticadas com a doença. O número de mortes cresce diariamente. Nesta terça, a cidade chegou a 884 óbitos desde março, quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou se tratar de uma pandemia.

 


Mais notícias sobre Geral

Geral

Jales adia a volta às aulas respeitando decisão do Comitê de Enfrentamento à Covid-19

Após diversas reuniões entre executivo, profissionais da educação e...


Geral

Incêndio atinge Instituto Serum, que produz vacinas contra a Covid-19 na Índia

Um incêndio registrado nesta quinta-feira (21) atingiu o Instituto Serum, que produz...

Geral

Indignada, médica da Fiocruz diz que não há nada que possa justificar a falta de insumos para vacinas (vídeo)

A pneumologista Margareth Dalcolmo atribui à “incompetência...