Cidades

Fernandopolense desabafa e diz que falta empatia, carinho e amor pela profissão de Funcionário da Santa Casa

mas em uma Sociedade que sabe ouvir e que vê na Imprensa a VOZ DO POVO, sabe que um veículo sério de Comunicação, contribui para que a Sociedade chegue o mais próximo da perfeição.

Fernandopolense desabafa e diz que falta empatia, carinho e amor pela profissão de Funcionário da Santa Casa

Ou estou enganado ou estou tendo a Impressão de que quando se toca em assuntos referentes à Santa Casa de Fernandópolis, alguns tentam "Intimidar" seja quem for.

Tudo que explodiu em Fernandópolis no passado referente à Santa Casa, começou a ser Publicado única e exclusivamente pelo site A VOZ DAS CIDADES.

Me lembro que os Administradores na época tentaram interpelar o site A VOZ DAS CIDADES na justiça pelos fatos que estavam se aflorando.

A Vossa tentativa de intimidar a Imprensa foi em vão, e as interpelações foram jogadas ao lixo e a verdade acabou aparecendo, e a sujeira era mais obscura do que se imaginava.

Um local onde deveria ser tratado como a Menina dos olhos de toda População Regional, as vezes são usadas por pessoas inescrupulosas, sujeitos apócrifas e libidinosos, que ainda continuam ocupando cargos de relevância, onde a transparência em um local sério deveria ser apurado com maior rigor por Autoridades sérias !

Abaixo publicamos o Desabafo de uma Fernandopolense, óbvio que em tempos de Pandemia, os nervos de ambas as partes estão à flor da pele, mas em uma Sociedade que sabe ouvir e que vê na Imprensa a VOZ DO POVO, sabe que um veículo sério de Comunicação, contribui para que a Sociedade chegue o mais próximo da perfeição.

UM DESABAFO...

No dia 04.12.2020, minha mãe pegou covid-19, minha mãe que tem DPOC, diabetes e hipertensão... (SIM, ela ta ótima e é um milagre)

Já aproveitando o gancho pra contar minha experiência com a ala covid e funcionários; aqui da santa casa de Fernandópolis, falta empatia, carinho, amor pela profissão e pelo próximo, falta respeito...

Bom, a minha mãe esteve internada por 13 dias naquele lurgar horrível, onde passou sede, fome, dor, dormiu em cadeira de fio pois os funcionários não davam assistência, ficou horas com a fralda suja (o que ocasionou assadura, e bolhas por conta da umidade e bactérias); além de td ja citado anteriormente eles (a linha de frente do covid) desejaram a morte pra minha mãe pq ela pediu ajuda pra tomar água.

É desumano e revoltante ter que passar por isso, causa em nós (familiares) e no próprio paciente feridas irreparáveis, que dói na alma.

Nós estamos muito agradecidos pelo atendimento médico, e revoltados com a equipe de enfermagem que deve ter aprendido td que sabe em um açougue, só que se esqueceram que aquele dia era a minha mãe, no próximo pode ser um familiar deles... e eu torço pra que isso pare e que Deus tenha misericórdia daquelas pessoas internadas na ala covid sem ter contato com a família e passando por tamanha crueldade, pois as feridas psicológicas jamais serão curadas !

😭😭😭

Aos profissionais da saúde façam com amor, cuidem com carinho, seja a diferença, cuide das pessoas como se elas fossem da sua família... tenha empatia e cuidado, essas pessoas são o amor de alguém!!! 👍🏻👍🏻


Mais notícias sobre Cidades

Cidades

Jales - Depois de dez anos fechado, Prefeitura inicia processo de reativação do Museu

Com o objetivo de resgatar e preservar a memória de Jales e de quem fez parte da...


Cidades

Macedônia - Prefeito fecha parceria com Universidade UNIBRASIL e recebe visita da Supervisora da Instituição

Procuramos a Faculdade UNIBRASIL e recebemos nesta quarta-feira, 20, a visita da Beatriz...


Cidades

Fernandópolis - Sabesp providencia torneira para lavabo de combate ao coronavírus na Praça da Matriz após pedido do Vereador Cabo Santos

Vereador havia solicitado o reparo da peça que havia sido furtada há 15...

Cidades

Jales - Solidariedade, População, Empresária e Vereador se unem para ajudar menina Luana

Mais uma vez a solidariedade amenizou os problemas sofridos pela "Menina...