Geral

FAÇA DE CONTA QUE A LAVA JATO NÃO EXISTIU. É ISSO QUE SEUS INIMIGOS QUEREM

FAÇA DE CONTA QUE A LAVA JATO NÃO EXISTIU. É ISSO QUE SEUS INIMIGOS QUEREM

Caro leitor,

Tente imaginar o Brasil sem a Lava Jato.

Para isso, faça de conta que a força-tarefa não recuperou mais de 24 bilhões de reais desviados dos cofres públicos por um magaesquema de corrupção.

Feche os olhos também para o fato de que esse dinheiro só foi recuperado após 219 pessoas e 13 empresas terem confessado que cometeram crimes.

Ignore ainda as mais de duas centenas de pessoas investigadas que foram parar no banco dos réus.

Deixe para lá o fato de que as penas das dezenas e dezenas de condenados somam 3.096 anos de prisão.

E o mais importante: apague de sua memória a informação de que, pela primeira vez na história do país, peixes graúdos foram encarcerados pelos seus crimes, após processos legais com amplo direito de defesa.

Não deixe de “deletar” a lista de condenados e presos pela Lava Jato, que inclui um ex-presidente, o maior empreiteiro do país etc.

Você conseguiu imaginar o que seria o Brasil sem a Lava Jato?

Certamente pior.

Mas é justamente isso que a maior ofensiva já vista contra a Lava Jato quer: que façamos de conta que a operação anticorrupção não existiu.

É para esse Brasil que a maior ofensiva já vista contra a Lava Jato quer que retornemos…

…o Brasil da impunidade, o Brasil em que os poderosos não podem ser alcançados pela lei

…o Brasil em que você vale menos do que eles.

A artilharia contra a Lava Jato tem sido pesada. Pesadíssima.

Veja o episódio do roubo e vazamento de mensagens atribuídas a Sergio Moro e a procuradores da Lava Jato, por exemplo:
Desde que as mensagens roubadas foram vazados, tenta-se desmoralizar Moro e a Lava Jato — e, é claro, colocar Lula e companhia em liberdade.

Descobriu-se, porém, que as mensagens divulgadas pelo site The Intercept, de Glenn Greenwald, haviam sido editadas.

Ou seja, além de o Intercept não poder garantir que as mensagens são autênticas, ficou claro que elas foram manipuladas antes da publicação.

Quem pode garantir que as mensagens roubadas são autênticas? O hacker garante?

Isso ficou claro nos episódios em que o site atribuiu a autoria de certas mensagens a um procurador e, logo depois, disse que elas, na verdade, pertenciam a outro:

Fonte: O Antagonista

E também na mensagem datada de 28 de outubro de 2019 (!) — ou seja, uma mensagem vinda do futuro!

As mensagens de áudio publicadas pelo Intercept tampouco são confiáveis — além de não provarem conduta irregular dos envolvidos.

Veja o que um especialista disse:

Fonte: O Antagonista

O perito explicou por que é impossível garantir que trata-se de áudio original: “Você consegue fazer emendas, pegar trechos de uma gravação e colocar o que você quiser.”

Mas as mensagens roubadas, vazadas e editadas não são a única frente de ataques à Lava Jato.

A outra acontece nos bastidores dos tribunais.

Confira:

Fonte: O Antagonista

Em meio a tantos ataques, cabem algumas perguntas:

  • a quem interessa o fim da Lava Jato?
  • é possível resistir a tantos ataques?

A revista Crusoé tem procurado fornecer resposta a ambas.

A Crusoé tem oferecido fatos e argumentos sólidos, apoiados em investigação profunda e independente, que permitem enxergar qual é o lado certo nessa história.

Por isso, ao longo das últimas semanas, nossos repórteres publicaram dezenas — literalmente dezenas — de reportagens, entrevistas e artigos que iluminam a maior disputa em curso hoje no Brasil.

A disputa do Brasil contra seu passado. Da lei contra a desobediência à lei. Do futuro contra o passado.

A imagem abaixo reúne alguns dos conteúdos especiais publicados pela Crusoé:

As apurações, entrevistas e artigos exclusivos jogam luz sobre os desdobramentos e também as motivações do roubo e vazamento das mensagens atribuídas a Sergio Moro e a procuradores da Lava Jato.

São conteúdos que você não pode perder.

E deve compartilhar com aqueles que ainda tentam imaginar que o Brasil sem a Lava Jato seria melhor.

Mas é preciso agir rápido: neste exato momento, condenados e investigados pela Lava Jato comemoram os golpes desferidos contra a maior operação anticorrupção da história.

O primeiro passo é ter à mão as informações certas.


Mais notícias sobre Geral

Geral

Ex-presidente da OAS diz ter liberado R$ 1 milhão em propina a vice de Doria

Ex-presidente da OAS preso pela Lava Jato em Curitiba, 


Geral

Ministro do Meio Ambiente dá carona a ruralistas em voos da FAB

Documentos obtidos via Lei de Acesso a Informação pelo GLOBO mostram que o...


Geral

Temperaturas voltam a cair e estado de São Paulo terá 2°C

Após a massa de ar frio que atingiu o Sul e o Sudeste do país se afastar na...

Geral

Padre Fábio de Melo critica saída de Alexandre Nardoni da prisão para o Dia dos Pais

Pelo Twitter, nesta quinta-feira (8), o padre Fábio de Melo criticou a...