Política

EXCLUSIVO - Prefeito de Paranapuã, Sérgio Polarini pode ser cassado por "fraude" em contrato com empresas.

Durante as investigações foram verificadas que os arrastões de combate a dengue foram realizados pelo quadro de funcionários citados ao todo foram empenhados e pagos 20 mil reais dos cofres públicos.

EXCLUSIVO - Prefeito de Paranapuã, Sérgio Polarini pode ser cassado por "fraude" em contrato com empresas.

A  Comissão especial de inquérito (CEI) formada na Câmara Municipal de Paranapuã, apontou fraude em empenhos no setor da saúde.

 Na noite de Segunda Feira 25/11 na Câmara Municipal, os vereadores analisaram e votaram a favor do relatório final que apontou sérias irregularidades na contratação de duas empresas da região de Santa Fé Do Sul no combate a dengue  na cidade .

 Por 7 votos a 2 após ouvir testemunhas que são agentes comunitários de saúde e endemias da municipalidade e outros, a maioria dos Vereadores apontou irregularidades no contrato.

 Foi revelado pelos próprios que não conheciam as empresas contratados pela administração do prefeito Sérgio Polarini e Rolemã.
 

Durante as investigações foram verificadas que os arrastões de combate a dengue foram realizados pelo quadro de funcionários citados ao todo foram empenhados e pagos 20 mil reais dos cofres públicos.

O fiscal geral cargo de confiança do prefeito foi citado como o organizador das contratações de trabalhadores do município,os pagamentos eram repassados pelos representantes das empresas as sextas-feiras em espécie para o encarregado oficial, que ficava de pagar os supostos   contratados.


 Algumas pessoas relataram em depoimentos a CEI Comissão especial de inquérito que essas pessoas trabalhavam varrendo avenidas  de PARANAPUÃ mas não pegaram no batente combatendo a dengue .
 

A profissional do IEC combate a dengue revelou nos autos da CEI que não ouve envolvimento de empresas nos trabalhos totalmente desconhece .

A relatora da CEI  vereadora Lourdes Galbero PSD da base governista colocou em seu parecer não haver irregularidades em fala revelou que estará de consciência tranquila e que a cidade está mais limpa comparando a outras administrações.

Votaram a favor do relatório final os vereadores Hélio Shimazu PSDB,Minú PRB,Gilmar PT,Goiano PSD,Tiago PSD,Marrom PSB e Esquisito PMDB.

Votaram Contra o relatório as vereadoras Maria José Capelli DEM e Lourdes Galbero PSD.

No relatório da relatora o placar foi o mesmo onde a maioria dos edis não concordaram com tese defendida pela vereadora .

A denúncia foi feita por um Funcionário Público, Fabrício Viana, que deve protocolar na sequência a propositura de Cassação do Prefeito Sérgio Polarini, uma cópia do relatório também será enviada para o Ministério Público Estadual de Jales.
 


Mais notícias sobre Política

Política

Confira a Entrevista - Flávio Prandi desiste da reeleição em Jales, a decisão é irrevogável diz Assessores do Prefeito

O prefeito de Jales, eleito em 2016 após aclamação única de todos os...


Política

Fernandópolis - Corrida eleitoral tem mais um pré-candidato lançado; Solidariedade confirma Cabo Santos

A pouco mais de 100 dias das eleições, adiadas para 15 de novembro, o xadrez...


Política

Jales - Nenê do Pet Shop, coloca seu nome para disputar as Eleições Municipais à Prefeito

As últimas movimentações Políticas em Jales, dão sinais de...

Política

PP de Jales, Emite Nota à Imprensa com relação a filiação partidária do médico Ricardo Gouveia

NOTA À IMPRENSA Jales, 22 de julho de 2020. O...