Polícia

Estrela D'Oeste - Homem é preso no interior de SP após companheira ferida pedir socorro em hospital com 'X' escrito na mão

Sinal desenhado na palma da mão faz parte de uma campanha mundial para amparar mulheres em situação de violência doméstica. Caso aconteceu na Santa Casa de Estrela D'Oeste (SP).

Estrela D'Oeste - Homem é preso no interior de SP após companheira ferida pedir socorro em hospital com 'X' escrito na mão

Um servente de pedreiro foi preso por lesão corporal, violência doméstica e ameaça após a companheira pedir socorro com um “X” vermelho escrito na palma de uma das mãos. O caso aconteceu na última sexta-feira (19), em Estrela D'Oeste, interior de São Paulo.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima deu entrada na Santa Casa com diversas lesões no rosto e na cabeça. Enquanto recebia atendimento, a mulher não contou que tinha sido agredida, mas os médicos e enfermeiros viram o sinal e acionaram a Polícia Militar.

Quando os policiais chegaram à Santa Casa, a vítima relatou que tinha discutido com o companheiro e recebido um soco na boca e um chute na cabeça. Ela também afirmou que as agressões eram recorrentes e que nunca tinha tido coragem de denunciar o homem.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, o servente de pedreiro foi encontrado dentro do hospital, pois também recebia atendimento médico por conta de um problema intestinal. Ele negou que agrediu a companheira, mas foi levado para a delegacia.

Por conta dos relatos da vítima e dos ferimentos, o delegado deu voz de prisão ao homem e solicitou uma medida protetiva para a mulher. O servente de pedreiro teve a prisão em flagrante convertida para preventiva e foi levado para um presídio da região noroeste paulista.

 

Campanha "Sinal Vermelho"

 

A campanha para ajudar mulheres vítimas de violência doméstica foi lançada em junho de 2020, em parceria entre o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB).

Segundo o CNJ, a iniciativa é para ajudar mulheres em situação de violência a pedirem ajuda. Inicialmente, a campanha foi criada em parceria com farmácias do país. Porém, a campanha ganhou força em outros tipos de comércio e também nas redes sociais.

Conforme o Conselho, o protocolo é simples. A vítima deve fazer um “X” vermelho na palma da mão, que pode ser feito com caneta ou mesmo um batom. Com isso, a mulher sinaliza que está em situação de violência e recebe ajuda dos comerciantes, que devem acionar a polícia.


RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.


Mais notícias sobre Polícia

Polícia

Jovem morre após colidir carro contra árvore em rodovia

Um jovem de 23 anos morreu em um acidente na Estrada dos Barrageiros, entre Ilha Solteira e...


Polícia

Santa Fé do Sul - Um morto, um ferido e três presos durante "tiroteio"

Um total de 03 (três) indivíduos presos 02 (duas) armas apreendidas, 02 (dois)...


Polícia

Rapaz de Urânia morre próximo de prainha em Santa Albertina

Segundo informações extraoficiais, um rapaz andava de caiaque quando viu um homem...

Polícia

Polícia deve investigar morte de criança em Indiaporã

A Polícia Civil de Indiaporã, região de Fernandópolis, deve abrir...