Polícia

DONO DE BAR É MORTO DURANTE DISCUSSÃO COM CLIENTE POR PREÇO DE COXINHA

Ainda conforme a PM, o dono do bar se sentiu ofendido diante de uma afirmação do cliente e se armou com um pedaço de madeira.

DONO DE BAR É MORTO DURANTE DISCUSSÃO COM CLIENTE POR PREÇO DE COXINHA

Uma discussão pelo preço de uma coxinha terminou com a morte de um homem 52 anos em Simonésia (MG). A briga ocorreu no bar dele, na comunidade de São Simão do Rio Preto, na sexta-feira (4).

Segundo as informações da Polícia Militar, o comerciante e um cliente se desentenderam por conta do valor a ser cobrado pelo salgado. Enquanto o proprietário dizia que a coxinha custava R$ 3, o outro homem falava que o valor correto seria R$ 2,50.

Ainda conforme a PM, o dono do bar se sentiu ofendido diante de uma afirmação do cliente e se armou com um pedaço de madeira.

Ele não chegou a agredi-lo porque foi impedido por outras pessoas que estavam no local.

Em seguida, o cliente retirou uma faca da cintura e foi para cima do proprietário do estabelecimento, que tentou novamente pegar o pedaço de madeira, mas não conseguiu.

De acordo com as informações levantadas pela PM, os dois começaram a brigar e o dono do bar foi atingido com facadas nas costas e pescoço. Ele ainda conseguiu sair correndo e caiu a 50 metros do comércio. A perícia da Polícia Civil foi chamada.

O autor do crime fugiu em uma moto e ainda está sendo procurado pela PM


Mais notícias sobre Polícia

Polícia

TRAFICANTE TENTA FUGIR MAS É PRESO PELA POLÍCIA CIVIL.

No final da tarde de sexta-feira (18), uma perseguição policial agitou o bairro...


Polícia

Homem é preso acusado de embriagar e estuprar menina de 13 anos em Araçatuba

Policiais militares prenderam no início da noite desta quinta-feira (17) um homem de 32...


Polícia

Homem tinha arma escondida em carro de luxo

Um homem de 33 anos foi preso ontem (17) com uma arma ilegal. Ele foi abordado pela equipe de...

Polícia

Jales - Polícia Civil tira mais um traficante de circulação

Hoje por volta das 16 horas, Policiais Civis da DISE de Jales e da Central de Polícia...