Saúde

Campanha Nacional de Multivacinação vai de 1º a 29 de outubro nas unidades com sala de vacina

Estarão disponíveis para atualização da caderneta de adolescentes as vacinas HPV, dT (dupla adulto), Febre amarela, Tríplice viral, Hepatite B, dTpa e Meningocócica ACWY (conjugada).

Campanha Nacional de Multivacinação vai de 1º a 29 de outubro nas unidades com sala de vacina

Começa nesta sexta-feira, dia 1º de outubro, a Campanha Nacional de Multivacinação, que disponibilizará, em 45 mil postos de todo o Brasil, 18 tipos de vacinas que protegem crianças e adolescentes de doenças como poliomielite, sarampo, catapora e caxumba. A campanha vai durar até o dia 29 de outubro. O público-alvo é formado de crianças e adolescentes até 15 anos.

 

O Dia D da campanha será em 16 de outubro. Para se vacinar é necessário levar CPF, Cartão SUS e a carteira de vacinação. De acordo com a secretária municipal de Saúde, Nilva Gomes Rodrigues de Souza, o objetivo é atualizar a carteira de vacinação de crianças e adolescentes no município.

 

As vacinas serão ministradas em todas as salas de vacinação do município:  ESF Francisco Xavier Rego (Jardim Paraíso), ESF Setuo Suetugo (Jardim São Jorge), ESF Shiguero Kitayama (Roque Viola), ESF Getúlio de Carvalho (Arapuã), ESF Ozil Joaquim Rezende (Municipal), ESF Luis Ernesto Sandi Mori (Jacb), ESF Zilda Arns Neumann (Novo Mundo) e Núcleo Central de Saúde.

 

Entre as vacinas que estarão disponíveis nas unidades durante campanha estão: BCG, Hepatite A e B, Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VRH (Vacina Rotavírus Humano), Meningocócica C (conjugada), VOP (Vacina Oral Poliomielite), Febre amarela, Tríplice viral (Sarampo, rubéola, caxumba), Tetraviral (Sarampo, rubéola, caxumba, varicela), DTP (tríplice bacteriana), Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).

 

Estarão disponíveis para atualização da caderneta de adolescentes as vacinas HPV, dT (dupla adulto), Febre amarela, Tríplice viral, Hepatite B, dTpa e Meningocócica ACWY (conjugada).

 

Embora o Sistema Único de Saúde (SUS) oferte imunizantes contra todas essas enfermidades, foi registrada queda da cobertura vacinal nos últimos anos.  Desde 2015 a cobertura vacinal no Brasil vem diminuindo e nos últimos dois anos foi acentuada essa queda em função do processo pandêmico. “Precisamos melhorar esta cobertura. Ampliar a cobertura vacinal e proteger a população é uma prioridade. Manter a vacinação em dia é também um dever dos pais e responsáveis. Leve seu filho, sua criança e adolescente”, ressaltou a secretária Nilva.

 


RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.


Mais notícias sobre Saúde

Saúde

Urânia realiza Dia V da Campanha de Multivacinação neste sábado

O Centro de Saúde de Urânia (Postão) estará aberto neste...


Saúde

Jales - De acordo com a Vigilância Epidemiológica foram registradas 14 notificações de casos suspeitos para o novo Coronavírus

De acordo com a Vigilância Epidemiológica foram registradas 14...