Direito

ANEEL prorroga suspensão do corte de energia elétrica até 31/07/20

Ficará em vigor até 31/07/2020 a proibição do corte de energia elétrica dos consumidores inadimplentes residenciais urbanos e rurais, em razão dos efeitos da Pandemia causada pelo COVID-19.

ANEEL prorroga suspensão do corte de energia elétrica até 31/07/20

Ficará em vigor até 31/07/2020 a proibição do corte de energia elétrica dos consumidores inadimplentes residenciais urbanos e rurais, em razão dos efeitos da Pandemia causada pelo COVID-19.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel, a prorrogação da medida é em virtude da continuidade das ações de isolamento social, restrição à circulação e aglomeração de pessoas. Contudo, se o consumidor permanecer inadimplente após esta data, mediante prévio aviso, a transmissão de energia para a residência será interrompida.

A Agência igualmente prorrogou o prazo de suspensão do atendimento presencial, da entrega de faturas impressas e o horário diferenciado para leitura dos medidores, sendo possível, ainda, o faturamento com base na média aritmética do consumo nos últimos 12 meses, em caso de impossibilidade da leitura.

Por fim, face à suspensão na entrega de faturas impressas, as concessionárias de energia elétrica devem encaminhar as faturas eletrônicas ou o código de barras aos consumidores por meio de canais eletrônicos ou disponibilizá-las em seu aplicativo ou site.


Mais notícias sobre Direito

Direito

EFEITO CORONAVÍRUS: JUIZ DE JALES CONCEDE LIMINAR QUE SUSPENDE POR 120 DIAS CONTRATO DE FINANCIAMENTO DE VEÍCULO

O juiz Fernando Antonio de Lima, da Vara Especial Cível e Criminal, concedeu liminar a um...


Direito

EX-SECRETÁRIO ALDO NUNES PROCESSA PREFEITURA POR DANOS MORAIS

O ex-secretário Aldo José Nunes de Sá ingressou na Justiça local com...


Direito

COVID 19: Moradora de Santa Clara D'Oeste move ação judicial contra Santa Casa de Santa Fé do Sul

Uma moradora de Santa Clara D'Oeste está movendo uma ação judicial...

Direito

Juiz federal e advogados são presos, acusados de fraude com precatórios

O juiz Leonardo Safi de Melo, da 21ª Vara Federal Cível de São Paulo,...