Cidades

A culpa é dos três “is”

 A data, estipulada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), tem o objetivo de trazer maior discussão sobre o assunto e sua conscientização, para que - principalmente – mais pessoas se esclareçam sobre essa pandemia.

A culpa é dos três “is”

O dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.

 A data, estipulada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), tem o objetivo de trazer maior discussão sobre o assunto e sua conscientização, para que - principalmente – mais pessoas se esclareçam sobre essa pandemia.

Algumas considerações importantes:

1-    Falar sobre suicídio é fundamental para esclarecimento

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a cada 10 pessoas 9 cometem suicídio porque transportam alguma desordem psiquiátrica. Suicídio tem prevenção, porque está associado a psicopatologia tratáveis.

2-    Falar sobre o suicídio não reforça a ideia de pôr fim à sua vida

A prevenção é o instrumento mais seguro que temos ao nosso alcance, pois, às vezes, nos períodos de crise, o doente não consegue notar a saída para a situação tormentosa; ele sente como se aquela dor fosse “interminável”.

3-    A ideação suicida transforma-se numa monoideia

Na fase de sofrimento a mente fica atordoada e o doente não tem a percepção real da sua condição. Vagam em torno do seu campo mental as mesmas ideias e o mesmo desespero. O suicida não quer morrer, ele quer acabar com seu sofrimento.

4-    Doenças mentais são fatores de risco

Ansiedade, depressão, alcoolismo, toxicodependência e esquizofrenia são doenças que merecem maiores pesquisas e atenção por parte de todos. O deprimido considera viver um sofrimento “inescapável”.

5-    Investimentos afetivos são capazes de imunizar

O suicídio ocorre a todos os tipos de pessoas e encontra-se em todos as categorias de sistemas sociais e familiares; as redes de proteção mais seguras ainda são o afeto e o vínculo amoroso. A dor , vista como “intolerável”,  pode e deve ser acolhida por pessoas habilitadas a auxiliar na travessia do período da noite escura na alma.

Jane Maiolo

(É professora de Ensino Fundamental, formada em Letras e pós-graduada em Psicopedagogia. Formanda em Psicanálise pelo Instituto Brasileiro de Psicanálise Contemporânea, Colaboradora da Sociedade Espírita Allan Kardec de Jales. Pesquisadora do Evangelho. Idealizadora do Simpósio anual Valorização à vida e projetos sobre Setembro Amarelo,   [Janemaiolo@bol.com.br])


Mais notícias sobre Cidades

Cidades

Vereador de Dirce Reis "Lagartixa" ameaça Jornalista após divulgação de Notícia

O Vereador Valdir Roberto Zanadi, conhecido como...


Cidades

Marinópolis - Primeiro Encontro de carros antigos, movimenta cidade

Aconteceu ontem na Praça da Matriz, o Primeiro Encontro de Carros Antigos de...


Cidades

Vereadores de Dirce Reis "engavetam" pedido de CPI, para apurar desvios na Prefeitura por Funcionária Pública

A maioria dos Vereadores de Dirce Reis, simplesmente "engavetaram" o pedido de...

Cidades

Jales - Show de Gian e Giovani é sucesso absoluto

Casa cheia para o show de Gian e Giovani promovido pela Santa Casa de...